Federação Idígena em Ação

A ARTE COMO MEIO DE EXPRESSÃO, A CULTURA SÃO OS COSTUMES E TRADIÇÕES E OS MEIOS DE DIVERSÕES QUE CONSTRÓI VALORES HUMANOS DE UM POVO OU DE UMA NAÇÃO.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Conselho da Igualdade Racial



Os novos integrantes do Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial tomarão posse oficialmente nesta terça-feira (30/12/12), às 18h, na Associação Comercial de Pernambuco (ACP), no bairro do Recife. Os 48 novos membros (24 titulares e 24 suplentes) representarão a sociedade civil durante a gestão 2012/2014. O evento contará com a presença da secretária de Direitos Humanos e Segurança Cidadã (SDHSC), Amparo Araújo.


A titular da Diretoria de Igualdade Racial da SDHSD, Rosilene Rodrigues, ressaltou a importância de oficializar o novo conselho e destacou sua responsabilidade. “A consolidação desse conselho foi um grande ganho para a cidade do Recife, uma vez que temos um espaço legítimo onde é possível um diálogo entre governo e sociedade sobre as políticas de igualdade racial e monitoramento das ações desenvolvidas”, comentou. 


A criação do CMPIR soma-se a uma série de ações positivas realizadas pela Prefeitura do Recife, na execução de políticas de promoção da igualdade racial. O conselho se configura como essencial na participação da sociedade civil a fim de garantir a articulação de planos, ações e mecanismos voltados à promoção da igualdade racial étnica e ainda garantir a eficácia dos meios e dos instrumentos criados para o cumprimento de metas e o controle social.


CMPPIR – De acordo com a Lei Municipal N.º 17.311/2007, que foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) de 29 de março de 2007, fica criado o Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Recife (CMPPIR), órgão colegiado, de controle social e caráter deliberativo da política municipal de Promoção da Igualdade Racial. O CMPPIR tem como finalidade fortalecer a luta contra o racismo e o preconceito baseado em raça ou etnia, através do monitoramento, acompanhamento e fiscalização, bem como propor políticas afirmativas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra recifense, com vistas à ampliação da participação popular e do controle social.
Valquiria Batista de Azevedo ativista dos direitos indígenas assumiu o conselho da igualdade da RPA1,
Ridivanio P. da silva assume a cadeira étnica indígena, destacando a importância dos indígenas que moram no município de recife. A cadeira indígena assumida pela primeira vez.